Livramento Hoje

Livramento Hoje



Maradona agonizou por 8 horas antes de morrer, revela autópsia

  Quarta, 23.Dezembro.2020 às 16h00


Foto: Reprodução

Os detalhes da autópsia do ídolo argentino Diego Maradona, divulgados pela imprensa argentina na última terça-feira (22), revelam que não foram encontrados drogas ou álcool no corpo do ex-jogador, que teria, segundo a emissora LaSexta, sofrido por cerca de oito horas antes de morrer. "Não foi uma morte súbita, mas sim uma grande agonia que durou entre seis e oito horas", diz o canal. O coração de Maradona, já debilitado por problemas anteriores de dependência química, pesava o dobro de um coração normal. O fígado e os rins do jogador também estavam desgastados. Os médicos encontraram antidepressivos, antipsicóticos, remédios para náuseas e para tratamento de dependência de drogas ou álcool no corpo de Diego. O ex-jogador sofreu um ataque cardíaco em casa, dias após receber alta de uma cirurgia na cabeça.

Comentários


Os comentários dos participantes responsabilizam apenas os seus autores, não podendo ao Livramento Hoje de algum modo ser atribuída responsabilidade pelo conteúdo daqueles.