Livramento Hoje

Livramento Hoje



Livramento: Mulher relata ser vitima de novas agressões após término com ex-namorado

  Sexta, 11.Janeiro.2019 às 07h00


Foto: Alan Rich | Livramento Hoje

Na manhã desta quinta-feira (10), a policia militar foi acionada via central para atender uma ocorrência, onde um homem identificado como Anélito da Silva Ribeiro foi conduzido a Delegacia de Polícia de Livramento de Nossa Senhora, suspeito de ter praticado violência doméstica contra a ex-namorada Jaine Oliveira Caíres Pereira. Segundo informações passadas ao Livramento Hoje, Jaíne Oliveira Caíres voltou a acionar a polícia, alegando estar sendo agredida fisicamente pelo seu ex-namorado e mais dois filhos, na residência da vítima que fica localizada no Bairro Beira Rio. Em um áudio que circula nas redes sociais que possivelmente possa ser da senhora Jaine, ligando para policia militar alegando que estava sendo agredida pelo ex-namorado acompanhado dos filhos dele. O agressor e os filhos evadiram se da residência da vítima para não serem flagrados pelos policiais acionados. Mas em diligência, Anélito foi detido em frente a sua residência no Bairro Taquari por uma guarnição da Policia Militar. Os envolvidos no caso foram conduzidos a Delegacia local, onde foi registrado o boletim de ocorrência. Esta é a segunda vez que Jaine Oliveira é agredida, em outubro de 2018, ela foi espancada a socos pelo filho de Anélito, o fato também gerou ocorrência policial. A policia militar emitiu uma nota dizendo; "Referente ao áudio da chamada telefônica para a sede da 46ª CIPM que circula em grupos de WhatsApp, Informo que devido ao nervosismo da vítima que não conseguia dizer de onde estava falando diligência foram necessários alguns minutos até que ela viesse até a sede e a viatura realizasse com sucesso a diligência. O autor foi conduzido à delegacia e apresentado a autoridade polícia. Repudiamos qualquer forma de violência contra a mulher, e o combate à esse tipo de violência tem sido uma das metas da PMBA. E repudiamos mais ainda a divulgação irrestrita do momento de aflição da vítima como forma de escárnio da pessoa humana."  O autor do crime infringiu o Art. 7° incisos I e V da lei 11.340 Lei Maria da Penha. Lesão corporal: Art. 129. Ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem: Pena – detenção, de três meses a um ano.

Comentários


Os comentários dos participantes responsabilizam apenas os seus autores, não podendo ao Livramento Hoje de algum modo ser atribuída responsabilidade pelo conteúdo daqueles.