Livramento Hoje

Livramento Hoje



‘Ba-Vi da paz’ acaba em pancadaria com 9 expulsões e partida encerrada pela arbitragem

  Segunda, 19.Fevereiro.2018 às 09h00


Foto: Mauricia da Matta | EC Vitória

Depois de muito se falar em “Ba-Vi da paz”, o que se viu no Barradão na tarde deste domingo (18) foi um dos episódios mais tristes do futebol baiano nos últimos anos. Após o gol de empate do Bahia, marcado por Vinícius, o que se viu foi um episódio de selvageria. Ao comemorar ao lado do escudo do Vitória, o jogador foi agredido por Kanu e Denilson e a pancadaria se generalizou. A confusão culminou na expulsão de 7 jogadores: Becão, Edson, Lucas Fonseca e Vinícius, para o Bahia; Kanu, Denilson e Rhayner para o Vitória. Depois de 16 minutos de paralisação, a partida voltou a esquentar e aos 32′, Uillian Correia recebeu o 2º amarelo e foi expulso. om quatro jogadores a menos, o Vitória corria o risco de ver a partida encerrada em caso de mais uma expulsão. O que aconteceu quando Bruno Bispo chutou a bola deliberadamente na frente do juiz, obrigando o árbitro Jaílson Macedo a terminar a partida. Na saída do campo, mais confusão. Revoltado com o andamento da partida, diretores do Bahia acusaram o Vitória a agir deliberadamente para forçar o fim da partida. O supervisor do rubro-negro, Mário Lima, foi flagrado por câmeras da transmissão passando instruções para André Lima e se defendeu. “Imaginação sua. Eu não falei nada com André Lima em momento nenhum. Eu estava falando para o pessoal se acalmar. Com os sinais, você faz o que quer. Eu faço o que desejo fazer. Não fiz nenhuma comunicação com meu banco. Estava orientando para evitar confusão na parte de baixo e de cima do vestiário. Eu não tenho que te explicar nada”, retrucou.

Comentários


Os comentários dos participantes responsabilizam apenas os seus autores, não podendo ao Livramento Hoje de algum modo ser atribuída responsabilidade pelo conteúdo daqueles.