Livramento Hoje

Livramento Hoje



ASAMIL inicia atividades de Programa que trará cisternas de produção, barreiros e barragens subterrâneas para Livramento

  Segunda, 31.Julho.2017 às 13h00


Foto: Divulgação

Na última quarta-feira (26), na comunidade de Peri Peri, Livramento de Nossa Senhora-BA, aconteceu a primeira reunião de mobilização do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2). A reunião organizada pela Associação do Semi-Árido da Microrregião de Livramento – ASAMIL - na Igreja da comunidade, contou com a presença massiva de agricultores e agricultoras familiares interessados em participar do programa que vai beneficiar 67 famílias de baixa renda da zona rural de Livramento. Ao longo da reunião, o coordenador de projetos Dilto Aguiar explicou detalhadamente o cronograma, público-alvo e demais informações do P1+2, desejou um ótimo programa à todos e chamou a atenção dos agricultores para o delicado momento que o Brasil atravessa, onde os direitos dos trabalhadores, principalmente os do campo, estão em jogo em meio às reformas da Previdência e do Trabalho: “ - Vamos ficar atentos ao comportamento de cada um de nossos representantes nessa hora tão importante para o futuro do país”. Como entidade executora do P1+2 em Livramento sob o contrato Nº 062/2017, a ASAMIL vai construir 33 cisternas calçadão, 27 cisternas enxurrada, 05 barreiros trincheira familiar e 02 barragens subterrâneas no município com fundos do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MDSA. A Comissão Municipal selecionou as comunidades de Peri Peri, Tamanduá, Lino, Tabua de São Timóteo, Salinas de Piu e comunidades vizinhas à elas, para receberem as tecnologias de captação e armazenamento de água da chuva para produção nesta etapa do P1+2. As construções estão previstas para terminar em novembro de 2017. O Programa Uma Terra e Duas Águas faz parte do Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido da Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) e tem como objetivo melhorar a vida agricultores e agricultoras familiares, promovendo a soberania, segurança alimentar e nutricional e a geração de emprego e renda através do acesso à água para a produção de alimentos.

Comentários